domingo, 31 de outubro de 2010

Links com fotos do jogo treino de Corupá Buffalos e Joinville Gladiators.


Em breve estaremos postando depoimentos da comissão técnica do Corupá Buffalos e Joinville Gladiators, com relação ao treino.

COMO MEDIR O TAMANHO DO SEU SHOULDER PAD

Para saber qual é o tamanho do seu Shoulder Pad, é preciso medir a largura dos ombros pelas costas, de ponta a ponta, com uma fita métrica.
É importante que a fita esteja esticada para que a medição seja correta, conforme figura abaixo
Uma dica é encostar um dos ombros em uma parede e pedir alguém para medir, partindo da parede até o mesmo local do outro ombro que não está na parede.





Tabela de tamanhos:
S - 40,5 a 43 cm
M - 43 a 46cm
L - 46 a 48,5cm
XL - 48,5 a 51cm
2XL - 51 a 53,5cm
3XL -
53,5 a 56cm        
4XL - 56 a 58,5cm


OS CUIDADOS NECESSÁRIOS

O futebol americano é democrático: aceita magros e gordos, baixos e altos. Só não aceita inconsequentes. Porque se trata de um esporte de contato, no qual contusões muito graves podem ocorrer. Saber evitá-las é a primeira obrigação de um atleta, mesmo que seja amador.
A primeira coisa a fazer é entender o "espírito do esporte". O futebol americano não é vale-tudo! Não é luta! Se isso que você busca, procure uma academia de artes marciais.
Antes de tudo, o futebol americano é um esporte cerebral, em que a inteligência vence a força física. Por exemplo, há uma forma correta de derrubar o adversário. Ela se chama tackle e deve ser treinada à exaustão antes de se entrar em campo. Porque quem simplesmente se atira sobre outro atleta, sem usar a técnica correta, corre o risco de ser ferir e de machucar o oponente.

Texto: Retirado da Revista Futebol Americano (Especial-2010/2011)

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

3ª Entrevista do OverTime

Mais uma Entrevista no Ar dessa vez com um Grande Jogador Tiago Dalcanale do Jaraguá Breakers.
Dalcanale #18 Recebendo um Hand off.
Vamos as Perguntas:
Entrevista Para OverTime O Tempo Extra do F
OverTime - Nome, Idade, Cidade onde Nasceu e qual time Joga Atualmente?
Dalcanale - Tiago Dalcanale, 21 anos, nascido em Jaraguá do Sul e jogo no Jaraguá do Sul Breakers.
OverTime - Como conheceu o Football?
Dalcanale - Com amigos na escola, nem sabíamos oque era na verdade Football.
OverTime - O que veio fazer você praticar esse esporte?
Dalcanale - A estratégia do jogo me enfeitiçou.
OverTime - Quando, Como e Onde começou praticar?
Dalcanale - No ano de 2003, começamos a brincar na escola com penal, cartolina, qualquer coisa que voasse. Então decidimos fundar uma equipe de futebol americano, o Jaraguá do Sul Breakers, no dia 13/03/2003 foi fundada a equipe por um grupo de 8 amigos da escola, dos quais hoje ainda jogam 5.
Começamos a levar a serio os treinos, compramos uma bola, conhecemos os outros times do estado, na época Joinville Panzers, Florianópolis Istepos, Brusque Admirals e Jaraguá do Sul Breakers.
Com isso ajudamos a fundar a LCFA (Liga Catarinense de Futebol Americano) no ano de 2005.
OverTime - Em qual posição você Joga?
Dalcanale – TE (Tight End)/WR (Wide Reciver)/OLB (Outside Lineback)
OverTime - Conte-nos alguma experiência boa que aconteceu com você no Football.
Dalcanale - Ganhar o Troféu novato do ano em 2005 foi uma das experiências que passei e nunca mais esquecerei. Todos marcarem o N° da camisa com a qual você joga, foi muito gratificante para mim.
Dalcanale #87 pela Seleção Catarinense Bloquiando o Outside.
OverTime - O que você acha desse esporte?
Dalcanale - Futebol Americano pra mim é uma lição de vida não apenas um esporte.
Ele esta presente na minha vida há 7 anos, nesse esporte você pode colocar suas emoções, sua força, sua raiva, sua velocidade, há muita diversidade. E é por esses e outros motivos que a quantidade de praticantes do esporte no Brasil vem crescendo a cada dia.
OverTime - Você já praticou outro esporte?
Dalcanale - Soccer, Vôlei, Handebol, Maratona, entre outros.
OverTime - Para qual time da NFL você torce? (Caso torça para algum)
Dalcanale - Buffalo Bills
OverTime - O que o Football trouxe de bom pra você?
Dalcanale - Ajudou-me em muitos aspectos, principalmente no psicológico. Hoje penso mais no fato futuro e não no presente.
Criatividade na criação treinos, jogadas e estratégia ajudaram no desenvolvimento e trabalho pessoal.
Além disso, trouxe reconhecimento, hoje sou conhecido pelo que faço em campo e respeitado, assim como respeito todos os meus adversários entre as linhas. Onde no campo somos adversários e fora somos grandes amigos em luta pelo esporte que amamos.

OverTime - E por ultimo fica Livre pra você contar mais alguma coisa que ficou de fora e se quiser mandar um recado para alguem fique a vontade.
Dalcanale - Nunca desista de seus sonhos, se você acha que não tem porte para jogar Football ou não é rápido o bastante: TREINE só assim conseguirá a vitória e sentiremos o gosto de vencer.
Para jogar Futebol Americano Não basta ter força e velocidade, o essencial sempre será à vontade e o amor pelo esporte.
Todos pelo FA
Um grande abraço a todos os times do Brasil, especialmente a minha família BREAKERS

Nós da Equipe OverTime Agradecemos sua Participação.
Desejamos tudo de bom pra você e para todos os Atletas dos Breakers.

 

Dicas de bons filmes de Futebol Americano.


                                             DESAFIANDO GIGANTES

Para melhor visualização clique na imagem.

Jogo Treino entre Buffalos e Gladiators em Corupá 30/10


Visando melhorar a preparação para os últimos confrontos do nacional da LBFA na fase classificatória, dia 06/11 em Porto Alegre contra o Pumpkins e dia 13/11 em Joinville contra o Crocodiles de Curitiba, as diretorias e comissões técnicas do Joinville Gladiators e do Corupá Buffalos acordaram um jogo/treino entre as equipes, que será efetivado durante o treinamento da equipe corupaense, neste sábado 30/10 nos campos do Seminário de Corupá.
Há muito tempo já conversando sobre esta possibilidade, e tendo então agenda comum para tanto, o Gladiators que se prepara para uma sequência de jogos e o Buffalos que somou novos talentos após try out que realizou há pouco tempo atrás e se prepara para a temporada 2011 da liga catarinense, irão realizar um jogo/treino, onde o tempo não contará, os coachs irão parar as jogadas e corrigir movimentação dos atletas, explanar os objetivos a serem alcançados em cada uma delas, para terem um ganho de produtividade.
Quando se enfrenta em treinamentos sempre a sua própria defesa ou ataque, sabe-se muito bem os pontos fortes e fracos de cada um, conhece-se os audibles (jogadas chamadas pelo quarterback após o ataque estar posicionado para iniciar a jogada, e a efetividade de um coletivo não pode ser tão bem avaliada. O intuito de ambas as equipes além de trocar experiências entre atletas e comissão técnica, e encontrar um novo desafio dentro da preparação.
Este será um jogo/treino onde o objetivo maior não será a vitória, e sim a sincronia e perfeição na execução das jogadas. Não irá com certeza faltar intensidade, mas ninguém irá entrar mais duro para lesionar o outro atleta, até mesmo porque o espírito de camaradagem e cooperação entre as equipes ficou evidente durante o catarinense 2010, onde o Buffalos evoluiu muito já em seu primeiro ano de atividades, e se reforça ainda mais com esta ação e com a participação de 7 atletas do Buffalos no elenco do Gladiators para a disputa do nacional.
Durante a semana postaremos algumas fotos do evento e as impressões que ficaram!

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Gladiadores de Joinville nos EUA

Isso mesmo pessoal, temos nos Estados Unidos 4 atletas do Joinville Gladiators fazendo intensivo de futebol americano no país de origem do esporte.
Os atletas foram viajar logo após o jogo contra o Rhinos pelo nacional da LBFA e na segunda-feira já assisitiram no estádio ao jogo entre New York Giants e Dallas Cowboys, vencido pelo Giants. Durante a semana, além das compras de materiais para a prática do esporte para a equipe, irão participar de treinamentos específicos, e também continuam treinando para manterem a forma.

O RB#25 Deco, o QB#10 Werner e o MLB#92 Romenito estão nesta foto treinando na academia, e em breve postaremos mais fotos dos atletas nos eventos. Junto a eles está também o OLB#56 Rato.
Parabéns Gladiators rumo as finais do nacional (já classificado) e trazendo mais conhecimento na bagagem para aprimorar a equipe.


Fonte: http://www.joinvillegladiators.com.br/site/

Formato de Disputa do Campeonato da LBFA 2010



14 equipes disputarão o campeonato. Cada uma delas jogará 6 partidas durante as 16 semanas da temporada regular, entre Julho e Novembro de 2010.

Na Conferência Norte, há 6 equipes igualmente distribuídas entre 2 divisões (Verde e Amarela). Na Conferência Sul, há 8 equipes igualmente distribuídas entre 2 divisões (Azul e Branca). Em razão desta diferença, o sistema de classificação e o formato da pós-temporada seguirá regras diferentes em cada uma delas.

Os campeões de cada conferência disputarão, entre si, a final do Campeonato da LBFA 2010.
Conferência Norte
Classificam-se para a pós-temporada: o 1º colocado de cada divisão e o melhor 2º colocado dentre as 2 divisões. O 1º colocado de melhor campanha será a equipe 1 e o outro 1º colocado será a equipe 2. O melhor 2º colocado será a equipe 3.

A pós-temporada começa com um jogo de WILDCARD, com a equipe 2 recebendo a equipe 3.

A equipe 1 receberá, na semana seguinte, o vencedor desta partida na Final da Conferência Norte.
Conferência Sul
Classificam-se para a pós-temporada: o 1º e o 2º colocado de cada divisão.

A pós-temporada começa com o 1º colocado de cada divisão recebendo o 2º colocado da outra divisão.

Os vencedores disputam, na semana seguinte, a Final da Conferência Sul na casa da equipe de melhor campanha durante a temporada regular.
Grupos
A divisão dos grupos foi discutida com as equipes e os aspectos logísticos foram considerados na divisão.
Tabela 1: Conferência Norte
Divisão Verde
Divisão Amarela
Corinthians Steamrollers, SP
Fluminense Imperadores, RJ
Cuiabá Arsenal, MT
Minas Locomotiva, MG
Tubarões do Cerrado, DF
Sorocaba Vipers, SP
Tabela 2: Conferência Sul
Divisão Branca
Divisão Azul
São Paulo Storm, SP
Barigui Crocodiles, PR
Curitiba Brown Spiders, PR
Joinville Gladiators, SC
Brusque Admirals, SC
Timbó Rhinos, SC
Foz do Iguaçu Black Sharks, PR
Porto Alegre Pumpkins, RS

Fonte: LBFA

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Próximo jogo de Joinville Gladiators e Porto Alegre Pumpkins, jogo para buscar a 1ª colocação do grupo.

2ª Entrevista do OverTime

Hoje temos a Felicidade de apresentar mais uma Entrevista da Equipe Overtime com nosso grande Amigo Fernando Boing do Joinville Gladiators.

Vamos as Perguntas:

Entrevista Para OverTime O Tempo Extra do F
OverTime - Nome, Idade, Cidade onde Nasceu e qual time Joga Atualmente?
Boing - Fernando Boing, 29 anos, casado, sem filhos. Nasci em Joinville, aos três anos minha família mudou para Jaraguá do Sul, onde saí com 16 para Balneário Camboriú, e com 18 anos voltei para Joinville, onde resido até hoje e jogo no Joinville Gladiators, atual bicampeão estadual.

OverTime - Como conheceu o Football?
Boing - Conheci pela televisão como a grande maioria das pessoas. Porém a paixão surgiu através de um grande amigo – Guilherme “Ruxá” - que viu uma reportagem no Jornal do Almoço na RBS na época e me convidou durante insistentes meses, os quais eu recusava pelo horário que eram os treinos e por coincidirem com o futsal que já jogava na época. Porém, como um dia o futsal não deu certo, fui ver um treino, comecei a tomar gosto por praticar (mesmo que sem pads na época) também ao invés de só assistir na televisão, e lá se vão 10 anos de football tupiniquim.

OverTime - O que veio fazer você praticar esse esporte?
Boing - Como todos, eu tinha o preconceito de que o esporte era violento, só ‘porradas’ e por aí vai. Quando comecei a praticar e ver que apesar do contato físico intenso, há muitas regras e técnicas envolvidas, e é um grande jogo de estratégia mais do que de força, comecei a praticar e não parei mais, perdendo finais de semana de praia, alguns feriados, e por aí foi. Para quem gosta de adrenalina e esporte coletivo com muita inteligência e ação, é o esporte ideal.

OverTime - Quando, Como e Onde começou praticar?
Boing - Em 2000, no Joinville Panzers.

OverTime - Em qual posição você Joga?
Boing - Atualmente atuo como NT na defesa e LT no ataque, onde atuo mais. Mas iniciei treinando como RG há 10 anos, treinei de OLB, treinei de DE, onde encontrei durante vários anos minha posição como RE.

OverTime - Conte-nos alguma experiência boa que aconteceu com você no Football.
Boing - O football sempre faz você conhecer muitas pessoas em sua cidade e nas cidades onde há outras equipes. Como todos lutam pelo reconhecimento do esporte hoje amador no país, os objetivos são comuns fora de campo, apesar de dentro do campo sermos adversários. A primeira grande experiência fora do catarinense, que vai pra sua sexta edição, foi participar da primeira seleção brasileira de futebol americano, que viajou e treinou em Montevidéu – Uruguai, onde enfrentou e infelizmente perdeu por diferença de um TD para o selecionado daquele país. Foi onde tive o primeiro contato pessoal com a galera que fazia o football no restante do país, entre atletas e dirigentes. Depois vieram os dois Torneios de Seleções, que além de aproximar os atletas do estado num único selecionado, permite você trocar idéias e experiências com atletas e dirigentes de outros estados. Acho que estas foram grandes experiências. Foi bom também na primeira edição do SC Bowl ter ganho como Melhor Jogador de Defesa da competição.

OverTime - O que você acha desse esporte?
Boing - Além de ser um esporte eclético, que aceita e precisa de todos os biótipos, é um dos esportes onde a coletividade é de mais suprema importância. No soccer (futebol de bola redonda) um craque faz a diferença, como no basquete, handball entre outros. No football um QB (Quarterback) nunca vai ser um grande passador sem uma boa OL (Offensive Line), um corredor nunca irá correr bem sem um bom FB (Full Back), uma boa OL, um QB que faça um bom handoff, um MLB nunca irá ser um grande destaque se seus DLs (Defensive Line) não pressionarem com eficiência e chamarem toda a atenção da OL para eles, evitando os bloqueios nos LBs pela OL. E assim por diante. Então é o jogo onde a coletividade impera, e onde a inteligência, a boa estratégia de jogo vencerá sempre a força. Vimos grandes equipes fisicamente falando, tanto na NFL quanto na realidade brasileira, perdendo para equipes mais entrosadas e com melhor playbook tanto defensivo quanto ofensivo. Por isso ele é apaixonante, você não sabe nunca o que esperar de um jogo de football, realmente tudo pode acontecer e uma mínima falha muda todo um jogo.

OverTime - Você já praticou outro esporte?
Boing - Desde moleque. Todos os esportes de quadra pratiquei (basquete, handball, vôlei, futsal), futebol de grama (moleques bom de bola por Jaraguá do Sul) como zagueirão pelo tamanho é claro, vôlei de praia quando morei na praia. Pratiquei artes marciais também, mas não levei a sério tanto quanto gostaria por falta de tempo. Ou seja, o esporte é muito bom para o ser humano, e todos, independentemente de condição física ou idade, deveriam praticar alguma modalidade, até como forma de se exercitar e ter uma vida mais alegre e saudável, pois o esporte integra e extravasa energias ruins que acumulamos no dia-a-dia.

OverTime - Para qual time da NFL você torce? (Caso torça para algum)
Boing - Desde os 15 anos torço para o Oakland Raiders. Assisti meu time ser roubado numa final de conferência contra o Patriots e assisti em 2002/2003 ele disputar um SB contra um forte Tampa Bay Bucaneers, que tinha uma excelente defesa e anulou muito bem o melhor ataque do ano, onde o Raiders perdeu o título. Depois disto, são 7 anos esperando o time se recuperar do baque e voltar a ser grande, como sempre foi (temos três títulos).

OverTime - O que o Football trouxe de bom pra você?
Boing - Como uma equipe necessita de vários jogadores, permite a você a ter mais contato com as mais pessoas, aprender a conviver com as diferenças culturais que existem na sociedade, pois você joga com o cara com uma excelente condição financeira até o cara que não tem nenhuma, e todos se respeitam, pois no campo o que conta é a força de vontade, a concentração, a disciplina e não quanto você tem no banco. Fiz muitos grandes amigos, e como ninguém consegue agradar a todos, algumas pouquíssimas pessoas que não gostam de mim infelizmente. Trouxe uma disciplina que utilizo para tudo que faço na vida também. Além da sensação única de se sentir parte de algo grande, que efetivamente é o esporte no país atualmente.

OverTime - E por ultimo fica Livre pra você contar mais alguma coisa que ficou de fora e se quiser mandar um recado para alguem fique a vontade.
Boing - Gostaria de deixar um recado para todos os praticantes, dirigentes e torcedores do futebol americano no país. Vamos redobrar nossos esforços em conjunto e trabalhar com seriedade para fazer deste magnífico esporte um esporte reconhecido, respeitado e acima de tudo, limpo e honesto, tanto dentro quanto fora de campo. Depende somente de nossos esforços! Está em nossas mãos! Futebol Americano no Brasil – Eu Acredito!
 

Boing #97 na Seleção Brasileira Amistoso contra Uruguai Montevideo Uruguai.

 Nós da Equipe OverTime também ACREDITAMOS!!!
Obrigado Boing pela fantástica  entrevista Tudo de Bom e Boa Sorte para os Gladiators agora Classificado para a Semifinal da LBFA.





sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Hits Ilegais e Legais - O que Pode e o que Não Pode

Aew Pessoal segue uma Matéria muito Importante para a Segurança de todos os Atletas esse assunto está sendo tratado com muita persistência na NFL e nos foi mandada pelo nosso Amigo Fernando Boing do Joinville Gladiators.

Galera, assim que aprendemos cada vez mais sobre o que pode e o que não pode, e o que é jogar com segurança, mesmo sendo duro. Nem precisa entender o que o cara fala para entender o que é permitido (legal) e o que não é permitido (ilegal).


A NFL mandou nessa semana um video para todos os times mostrando exemplos sobre o que serão considerados hits ilegais. Pra quem não viu o vídeo, segue o link:

Clique Aqui para Ver o Video

Acessem é muito Importante.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Penalidades do Futebol Americano

Penalidades

Abaixo estão listadas algumas das penalidades mais comuns. Na maioria das situações, a equipe que comete a falta sofre uma penalidade de 5, 10 ou 15 jardas, mas em casos mais graves podem ter mais de 15 jardas, dependendo da infração. Pode também haver uma perda de down para uma penalidade contra o ataque. Uma penalidade contra a defesa pode resultar um primeiro down automático. Em certos casos, ao ataque é dada a hipótese de declinar a penalidade e ficar com as jardas ganhas na jogada. para algumas infracções defensivas, a penalidade soma-se às jardas ganhas na jogada. Uma falta pessoal, que tem a ver com perigo para outro jogador, tem como resultado, geralmente, uma penalidade de 15 jardas.
Nota: A zona neutra é o espaço definido por uma linha que atravessa a bola paralelamente às linhas de jarda quando a bola é colocada no solo, pronta para ser jogada. Nenhum jogador, à excepção do central, pode ter uma parte qualquer do corpo na zona neutra aquando do snap.

Penalidades contra o ataque

  • Saída falsa(False Start) (5 jardas) - quando um jogador se move antes do snap de uma maneira que simula o início da jogada (salvo a casos de audibles)
  • Movimento ilegal (5 jardas) - quando mais do que um back está em movimento no momento do snap
  • Deslocamento ilegal (5 jardas) - quando a linha não está parada antes do snap
  • Formação ilegal(Ilegal Formation) (5 jardas) - quando há menos de 7 jogadores na linha de scrimmage
  • Atraso no jogo(Delay of Game) (5 jardas) - quando se deixa passar o máximo do tempo entre cada jogada (que são 40 segundos a partir do término da jogada anterior) antes do snap
  • Recebedor não elegível avançado (5 jardas) - quando um lineman está à frente da zona neutra antes de um passe em frente
  • Passe em frente ilegal (5 jardas e perda de down) - quando o passe frontal é feito a frente da linha de scrimmage, ou quando é realizado um segundo passe em frente na mesma jogada
  • Segurada(holding) (10 jardas) - quando há um uso ilegal das mãos ou braços no bloqueio
  • Interferência no passe ofensivo (10 jardas) - quando há interferência do jogador de ataque em uma interceptação eminente
  • Intentional Grounding (10 jardas e perda de down) - quando o quarterback faz um passe frontal com intenção eminente de se livrar da bola, sem visar um receiver (salvo aos seguintes casos: 1º O quarterback está fora do pocket e lança a bola além da linha de First Down; 2º O quarterback faz um passe frontal enquanto está recebendo contato de um defensor)
  • Clipping (15 jardas) – quando o bloqueador derruba o defensor pelas pernas
  • Bloqueio ilegal (15 jardas) - quando há um bloqueio ilegal, por trás ou abaixo da linha dos joelhos

Penalidades contra a defesa

  • Offside (5 jardas) - jogador da defesa a frente da zona neutra na hora do snap
  • Corrida para o kicker (5 jardas) - quando é há situação de tackle eminente sobre o kicker, estando ele sem a posse de bola.
  • Interferência no passe(Pass Interference) - interferência corporal do defensor sobre um receiver durante uma recepção de passe frontal
  • Formação de pilha (15 jardas) - formar intencionalmente uma pilha após o encerramento da jogada
  • Agressão ao punter (15 jardas) - quando o punter sofre contato depois de ter chutado a bola.
  • Agressão ao passador (roughing the passer) (15 jardas) - quando o quarterback é empurrado depois de fazer um passe em frente
  • Encroachment (5 jardas) - jogador de defesa toca um jogador de ataque antes do snap

Penalidades contra qualquer equipe

  • Demasiados jogadores em campo (5 jardas)
  • Agarrar a máscara facial(Face Mask) (15 jardas) - se for intencional, 15 jardas (Desde 2008 todas as faltas por agarrar a máscara são consideradas faltas de 15 jardas). Um simples toque na máscara facial do adversário, sem a agarrar, não é ilegal.
  • Conduta Anti-Desportiva: Quando um jogador faz algo que não e permitido ou uma falta por causa de provovação do jogador adversário penalidade de 15 jardas.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Futebol_americano

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

1ª Entrevista do OverTime

Temos a Honra de Entrevistar o LineBacker e Presidente do Corupá Buffalos Juliano Millnitz, abrindo nossa serie de Entrevista que tem como objetivo conhecer mais sobre os Atletas, Coachs e Dirigentes que faz o Esporte crescer no Brasil.

Vamos as Perguntas:

OverTime - Nome, Idade, Cidade onde Nasceu e qual time Joga Atualmente?

Juliano - Meu nome é Juliano Millnitz, 34anos, Nascido e criado em Corupá/SC. Eu jogo no CORUPÁ BUFFALOS.

OverTime - Como conheceu o Football?

Juliano - Conhecia dos filmes e de algumas reportagens que passavam nas TV's abertas. Lembro também,quando ainda era bem garoto, que li no Guiness Book(livro dos recordes) vários feitos dos americanos dentro do FA. Lembro de me impressionar muito com aquelas gravuras e os recordes.

OverTime - O que veio fazer você praticar esse esporte?

Juliano - Esse esporte sempre me encantou. Adorava ver aquelas "pauladas" e os lançamentos longos, achava aquilo a coisa mais linda. Quando tinha mais ou menos 22 ou 23 anos minha mulher queria me dar de presente uma bola de FA, de tanto que eu falava nesse esporte, mas na época não encontrou a bola em nenhum lugar. Hoje para nossa felicidade e amantes desse esporte, percebemos que é bem fácil encontrar uma boa oval nas lojas de artigos esportivos.

OverTime - Quando, Como e Onde começou praticar?

Juliano - Comecei a praticar no ano de 2007, através de um convite de um amigo, para uma fazer uma seletiva. Essa peneira era para um time de Jaraguá do Sul, o Jaraguá Breakers. Lembro bem que fiquei louco, muito empolgado com a oportunidade de finalmente praticar o esporte que julgava ter mais haver comigo. Fui a seletiva e minha primeira experiência foi quebrar um dedo da mão direita. Foi engraçado que isso aconteceu já no meu primeiro contato com o futebol americano. Isso para muitos é bem mais que suficiente para se assustar e abandonar o esporte, mas eu estava determinado a entrar para aquele time. O Breakers me acolheu muito bem e me deu a oportunidade de ser vice campeão estadual, jogando na posição de DE. Agradeço muito o Breakers por isso e tenho muito respeito por aquela camisa, principalmente pelo numeral 70, que guardo comigo com muito carinho.

OverTime - Em qual posição você Joga?

Juliano - Hoje jogo com LB (Line Back). É uma posição desafiadora, pois o processo para se tornar um bom LB requer muito preparo e muito conhecimento. Minha preocupação com o aprendizado é constante. Vejo todos os jogos possíveis da NFL, compro livros, revistas e apostilas, e observo muito. Tenho certeza que o caminho ainda é longo, mas estou trabalhando muito duro pra isso.

OverTime - Conte-nos alguma experiência boa que aconteceu com você no Football.

Juliano - Fica difícil escolher um só bom momento no Football. Então digo que a minha melhor experiência no FA, foi ter tido a oportunidade de criar uma franquia de FA na minha cidade natal. Representar Corupá nos eventos de FA, é uma sensação incrível. Mas oque realmente me deixa mais feliz, é que a proposta de fazer um time "diferente" da atual diretoria, tem dado certo. Queremos humildemente mostrar que o futebol americano, pode e deve ser praticado tendo como base os valores de honra e ética. Esses valores são pregados por todos os times, mas na prática, na maioria das vezes são esquecidos. Nós do Buffalos, a exemplo de outros times que conheço, também já somos conhecidos por jogar com muita garra e força, mas sempre com respeito aos adversários, respeito as decisões dos árbitros, torcida que esta presente para ver um espetáculo e principalmente o respeito pela nossa camisa. Eu como dirigente de um time, sinto a obrigação de zelar por essas questões. Então o Buffalos é realmente mais que um time,é uma família. Quando digo isso muitas pessoas não acreditam, pois isso já se tornou uma "frase feita" para muitos times, dos mais variados esportes, mas no Buffalos isso é oque realmente acontece. Somos 40 atletas, mas todos os nossos familiares participam ativamente. Todos estamos sempre muito unidos e juntos em todos os momentos, como uma verdadeira manada.

OverTime - O que você acha desse esporte?

Juliano - Esse esporte é encantador, principalmente pelo grande diferencial de não privilegiar esse ou aquele bio-tipo físico. Absolutamente todos podem jogar. Desde o mais franzino, aos maiores caras. No Buffalos temos alguns exemplos disso. Temos um FS (Free Safety) com 62 kg, e um G (Guard) com impressionantes 198kg. Também acho impressionante a necessidade do coletivo.


OverTime - Você já praticou outro esporte?

Juliano - Sim, vários. Dos 12 aos 18 participei das seleções de vôlei e handebol da minha cidade. Depois pratiquei 4 anos de karatê e até participei de alguns torneios estaduais. Também gosto muito de jogar futebol, mas confesso que estou muito longe de ser um jogador, digamos: médio, para esse esporte. E finalmente o Football minha grande paixão. E ainda quero praticar tiro com Arco/Flecha, mas isso só depois de eu me aposentar no FA.

OverTime - Para qual time da NFL você torce? (Caso torça para algum)

Juliano - Baltimore Ravens.

OverTime - O que o Football trouxe de bom pra você?

Juliano - Trouxe vários sentimentos de satisfação, de alegria e de orgulho. Nunca mais vou abandonar esse esporte.

OverTime - E por ultimo fica Livre pra você contar mais alguma coisa que ficou de fora e se quiser mandar um recado para alguem fique a vontade.

Juliano - Gostaria primeiro de agradecer a oportunidade e parabenizar essa iniciativa que só faz crescer o nosso futebol americano. Como crítica diria que pensando em desenvolvimento de nosso esporte, gostaria que o governo incentivasse todas as boas práticas esportivas, pois hoje em dia esta muito difícil de equipar os jogadores para a treinarmos/competirmos Full Pads (Todos Equipamentos Necessário). As opções são muito poucas, e os preços muito altos. Hoje o praticante de F.A gasta muito dinheiro para se equipar de maneira razoável.

Outra coisa: como sugestão, gostaria que os dirigentes de FA tivessem atitudes mais pró-ativas, para o bem do nosso esporte.

E por último vai um recado para meus queridos amigos do Buffalos:"....continuemos treinando muito e dando bons exemplos, que dentro em breve colheremos os frutos que tanto almejamos.... HONRA, FORÇA, CORAGEM, SANGUE E FAMÍLIA – GO BUFFALOS!!"

OverTime Agradece sua Participação com resposta dignas de um Homem de Caracter Sensacional....

Aguardem a Próxima Entrevista....



Notícia Triste - Vamos fazer uma corrente positiva para sua recuperação.


Um drama marca a equipe de futebol americano dos Rutgers desde o último sábado, quando o jogador de defesa Eric LeGrand quebrou o pescoço durante partida da equipe contra a Universidade Army. O jogador passou por uma cirurgia e ainda há grande possibilidade dele ficar paraplégico.
LeGrand lesionou as vértebras C3 e C4 durante lance de reposição de bola para o time adversário e teve de passar por um processo cirúrgico de forma imediata para conseguir estabilizar sua coluna vertebral.
Em um comunicado oficial divulgado pela universidade, localizada na cidade de New Jersey, os responsáveis pela parte esportiva dos Rutgers afirmam que "Eric está descansando na UTI do Centro Médico da Universidade Hackensack e permanecerá internado sem previsão de saída. Por enquanto, ele não consegue ter nenhum movimento abaixo do pescoço";
A família do atleta está muito abalada com a situação e apenas agradeceu as orações pelo defensor. O técnico Greg Schiano, que deu a notícia triste sobre o estado de saúde de LeGrand, ao time dos Rutgers se mostrou esperançoso com a recuperação do jogador.
"O espírito de Eric está bom. Ele reconheceu minha presença, da mãe dele e de outras pessoas. Eu vi ele antes e depois da cirurgia. Posso dizer que ele é um lutador", disse Schiano.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Feliz Aniversário Pai

Pai, neste dia você completa aniversário, a minha alegria é muito grande por vê-lo com saúde. Pai, você é uma das maiores razões da minha vida. Seus conselhos, suas explicações são de grande importância para mim. Pai, você que bem sei que não tem encontrado somente flores em sua caminhada... Mas graças a Deus você é cheio de força de vontade, de fé, de esperanças. E neste dia, pai, quero desejar com todo o meu carinho e amor, toda felicidade que você merece nesta vida. Que seus caminhos se abram para as belezas da vida. Pois, acima de tudo, eu te amo muito, papai. Parabéns pelo seu aniversário!

Parabéns são os Votos dos seus 3 filhos.
Will #55 - Center Corupá Buffalos
Buiu #45 - Quarterback Corupá Buffalos
Gera #11 - Wide Reciver Corupá Buffalos

Jogo Joinville Gladiators x Timbó Rhinos

Amistoso Corupá Buffalos x Blumenau Riesen

Segue o Link das fotos do amistoso Corupa Buffalos x Blumenau Riesen - 12/10/10
http://picasaweb.google.com/113835230778346293542/AmistosoCorupaBuffalos67XBlumenauRiesen00#

Aprovados na Seletiva do Corupá Buffalos

Segue a Lista dos Aprovados na Seletiva Buffalos:


  SELETIVA - CORUPÁ BUFFALOS





NOME IDADE PESO ALTURA
INSCRIÇÃO APROVADOS - 60 à 90kg


25 ANDERSON SPIECKER 21 76 1,8
34 ALEXANDRE WOLF 16 75 1,75
12 ANGELO TARCÍSIO OLIARI 20 70 1,82
17 CLAUDEMIR FRANÇA JR. 16 64 1,79
3 CLAUDINEI C. BORDENSKI 16 66 1,75
15 DEUCLEI KOVALSKI 34 70 1,71
20 DIVONEI SANTOS 17 74 1,8
26 JACKSON ANTÔNIO JAHN 21 87 1,72
18 JAIME GABRIEL VALÉRIO 25 78 1,8
7 JONATHAN W. ZANEN 21 79 1,85
8 JOSÉ INÁCIO DA SILVA 18 67 1,7
6 KELWIN EGGERT 19 78 1,94
23 LUCAS M. MARKIUVIZI 22 82 1,78
27 LUCIANO SANDRO DALMONICO 23 89 1,76
21 MATHEUS PIRES 17 85 1,86
22 MIKE KERSCHEN 17 77 1,8
19 NATAN VICETI MIOTTO 16 82 1,79
4 NICOLAU PACKER 15 67 1,92
2 UBIRATAN L. MODERACK 29 67 1,76






APROVADOS - 90 à 100kg


10 LICEOMAR VIT 17 91 1,85
1 ALCIR ORLANDO MÜLLER 41 99 1,85
11 ALEXANDRE HENRIQUE 17 98 1,85
32 HERMES BORNHAUSEN 34 98 1,78
33 JOHNNY MINEL 20 97 1,76
5 LEANDRO R. K. GUESSNER 17 88 1,87
28 NILTON RAMOS 34 92 1,82






APROVADOS - 100 à 130kg


13 ALECXANDRO MÜLLER 30 103 1,92
29 GILBERTO PORTO 39 115 1,83
14 MARCELO MAFFEZZOLLI 32 116 1,93
16 MURIEL DA SILVA 31 125 1,9
31 THIAGO ZANGHELINI 23 115 1,83




Nós da OverTime Parabenizamos todos os Atletas Aprovados e a Equipe Buffalos que com isso mostra um crescimento muito grande no Esporte.
E aos Atletas selecionados se dediquem o maximo e Honrem essa Escolha.






segunda-feira, 18 de outubro de 2010