sexta-feira, 20 de outubro de 2017

1ª Semana das quartas de finais da Liga Nacional 2017.

Ponte Preta x Juiz de Fora Imperadores
Data: 21/10/17
Horário: 10:00 Horas

Fluminense Guerreiros x Rio Preto Weilers
Data: 22/10/17
Horário: 14:00 Horas

Final da Conferência Centro Oeste da BFA 2017.

Cuiabá Arsenal X Tubarões do Cerrado
Data: 21/10/2017
Horário: 15:00 Horas

Ceará Caçadores organiza caravana de torcedores para a final da Conferência Nordeste da BFA 2017.


O Ceará Caçadores chegou à grande final da Conferência Nordeste do Campeonato Brasileiro de Futebol Americano. A partida será realizada em João Pessoa (PB) no próximo dia 29 na Vila Olímpica. E para motivar mais ainda os atletas para a decisão, a equipe cearense está organizando uma caravana para o jogo decisivo contra o João Pessoa Espectros.


“Fomos procurados logo após a partida contra o Mariners, por um grupo de quase 20 torcedores. Eles queriam saber se faríamos alguma ação para o jogo final. E então resolvemos organizar um ônibus para que a nossa torcida possa ir à final”, explica Lyla Della Torre, diretora de marketing do Ceará Caçadores.


A caravana sairá de Fortaleza no dia 28 à noite e retorna para Fortaleza logo após a partida, acompanhando a delegação de atletas. O valor do pacote é de R$130,00, com direito ao ingresso do jogo.


Serviço: Caravana para João Pessoa (PB) para acompanhar o jogo Ceará Caçadores x João Pessoa Espectros
Saída: 28/10 (sábado)
Retorno: 29/10 (após o jogo)
Valor: R$ 130,00 (com direito ao ingresso)

Imagens e fonte: Giuliano Vandson - Jornalista

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Semifinal 1 do Campeonato Brasileiro Feminino de Futebol Americano 2017.

Brasília Pilots X Big Riders
Data: 22/10/2017
Horário: 10:00 Horas
Local: Estádio Rorizão 
Samambaia - DF

Comunicado Maringá Pyros a respeito do jogo paralisado contra o Black Hawks.


ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DE FUTEBOL AMERICANO MARINGÁ PYROS
CNPJ: 18.744.877∕0001-52

Comunicado oficial quanto à decisão preferida pela Liga Nacional de Futebol Americano, quanto aos fatos ocorridos no jogo entre Maringá Pyros x Black Hawks na data do dia 30/09/2017 na cidade de Gaspar/SC.

À Liga Nacional de Futebol Americano – LNFA
CNPJ: 28.398.646∕0001-98

Aos cuidados do Comitê Disciplinar

Levando-se em consideração o r. pronunciamento por parte da LNFA em sua página do Facebook no dia 18 de outubro de 2017, acerca do jogo ocorrido entre as equipes Maringá Pyros e Black Hawks, em 30 de setembro de 2017, no município de Gaspar/SC, serve a presente a fim de apresentar nosso pronunciamento final quanto a decisão tomada pela LNFA, respeitando-se o prazo estabelecido.

Nós da equipe Maringá Pyros, decidimos pela não realização de uma nova partida entre as equipes. Nossa decisão está baseada em tudo o que defendemos e temos como propósitos para seguimento do esporte. Desta forma, seja então aplicado o disposto no Oficio n° 020/2017 proferida pela Liga Nacional de Futebol Americano, onde as punições cabíveis sejam de fato aplicadas ao time Gaspar Black Hawks.

Vale ressaltar que de forma alguma o Maringá Pyros tentou coagir a Liga Nacional de Futebol Americano, tanto que deixamos que a mesma chegasse a uma solução que julgasse correta, onde apresentamos apenas nossos fatos, provas e posicionamento, e ficou a seu cargo proferir a decisão final. Como dito pela própria LNFA em sua publicação nas redes sociais, o senso de justiça para cada ser humano é distinto, e para nós Maringá Pyros, não vemos justiça na decisão final proferida pela própria Liga, optando então, pela não realização da partida.

Sempre buscamos o crescimento do esporte, e vemos que fatos como esses não podem passar impunes, entendemos que uma simples realização de uma nova partida não é punição para o que de fato ocorreu no jogo em Gaspar/SC. Aceitar essa situação, seria passar por cima do que defendemos dentro do esporte e como equipe.

Quanto a aplicação das penalidades, no Oficio nº 020/2017 não deixou claro a forma em que seriam aplicadas ao time de Gaspar, deixando a entender que seriam cumulativas. Por parte da Liga, foi informado duas versões a nossa equipe, tanto que em nossa nota publicada em resposta ao Oficio, solicitamos que tal situação fosse esclarecida.

Como é de conhecimento de muitos, a partida entre o Maringá Pyros e Black Hawks realizada no dia 30/09 teve que ser suspensa em razão das condições na qual o campo se encontrava, haja vista, que o mesmo teve sua marcação feita com Cal tipo III, o qual é altamente danoso quando em contato com pele, e foi o que aconteceu com a equipe maringaense, dessa forma, vários de nossas atletas apresentaram queimaduras, algumas chegando a ser de 2º grau. Ainda, em momento algum contamos com algum auxílio para nos limparmos de tal produto, como mangueira de água, panos úmidos, diferente da equipe Black Hawks, a qual teve tais opções e não deixou que seus atletas passassem pela mesma situação que os nossos passaram, ficando evidente que os mesmos tinham ciência dos danos que poderiam vir a ocorrer em razão do contato direto com o produto. A princípio em razão das circunstâncias do momento, aceitamos a proposta do time catarinense em continuarmos a partida em Maringá, com o placar no qual se encontrava, ou seja, 14x3 para o Black Hawks, porem analisando os fatos ocorridos após o jogo, nós do Maringá Pyros, chegamos à conclusão de que nenhum acordo poderia ser superior aos fatos ocorridos naquela partida, tanto que apresentamos nossas justificavas e provas para à LNFA, deixando a cargo desses a decisão final.

Dessa forma, deixamos claro que em toda a história do Pyros sempre levamos conosco a seriedade, honestidade, força... Mas acima de qualquer competição sempre priorizamos a integridade física de nossos atletas e o respeito entre nós e com o próximo. Ressalta-se que faz parte dos nossos propósitos o crescimento e reconhecimento do esporte em âmbito nacional, dessa forma, não poderíamos deixar que uma situação dessa amplitude passasse desapercebida, a fim de que situações como essa não se repitam e ainda que outros atletas sejam prejudicados. Sendo assim, por priorizarmos a integridade física de nossos atletas, claramente o único motivo que levou a paralização da partida foram os danos que os mesmos sofreram em razão da utilização do produto irregular e de forma alguma essa atitude foi tomada por “medo” como foi dito por torcedores e atletas de time de Gaspar. Nos entristece muito a atitude de alguns torcedores e atletas do próprio Gaspar, onde durante a partida e em redes sociais buscaram ofender a equipe maringaense, seus atletas e seus torcedores.

Nossa equipe sempre busca oferecer a melhor estrutura para aqueles que jogam em nossa casa, e nunca, de forma alguma, prejudica-los ou ofende-los. Hoje nosso esporte não pode aceitar qualquer condição para jogo, o mínimo imposto por um regulamento deve ser atendido, não se deve tratar como luxo uma estrutura básica para realização da partida, e sim, como obrigação. Nós do Maringá Pyros, lutamos pelo crescimento do esporte, e como dito anteriormente, não vamos aceitar essas situações que denigrem a imagem do esporte pelo qual lutamos.

Att.

Diretoria Maringá Pyros

Imagem e fonte: Divulgação Maringá Pyros.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

9ª Semana Conferência Nordeste da Liga Nacional 2017.

Arcoverde Templários X Olinda Sharks
Data: 21/10/2017
Horário: 16:00 Horas

Recife Apaches X Maceió Marechais
Data: 21/10/2017
Horário: 14:00 Horas

Comunicado da Liga Nacional em relação ao jogo Black Hawks e Pyros, que foi interrompido por falha na pintura do campo.


O Office da Liga Nacional de Futebol Americano, vem a público se manifestar a cerca da nota oficial da equipe do Maringá Pyros.

É interessante saber, que esta não é um caso simples e requer todos os cuidados possíveis para não desamparar nenhum dos lados, aplicando uma justa punição aos culpados e não ser arbitrário na condução da competição e principalmente ser coagido por uma parte ou outra.

Na semana anterior publicamos a decisão do Comitê Disciplinar e posterior o Pyros se manifestou cobrando que para realização da nova partida, todos os itens elencados em nossa nota, das alíneas “a” à “g” fossem acumuladas, o que geraria um valor exorbitante à equipe de Gaspar.

Antes do Office passar sua posição, cabe reforçar que nenhuma equipe pode direcionar a pena a ser aplicada à outra equipe ou mesmo condicionar um acordo a aplicação de penas que julgue viáveis.

Vale destacar que o senso de justiça para cada ser humano é distinto, em qualquer esfera da sociedade, nem sempre uma punição aplicada a um culpado é considerada justa, pela vítima, isso passando pelo direito criminal, trabalhista e assim por diante.

O Office da Liga Nacional tem a obrigação de fazer valer o que é melhor para o campeonato, aplicar as punições que o seu Comitê julgar pertinentes e assim seguir a diante. Portanto, em seu comunicado anterior, o Office trouxe o posicionamento do Comitê Disciplinar, regulamentando o acordo e indicando todas as punições cabíveis (possíveis), conforme o desfecho e decisão das equipes em jogar novamente.

Quando Maringa Pyros nos procurou essa semana ofertando a nova data para a partida em 28/10, as 20h, no Estadio Regional Willie Davids, em Maringá - PR, informou que somente jogaria se todas as penas fossem acumuladas, conforme nota pública da equipe.

É importante nosso público saber que a equipe do Pyros já tinha ciência que caso fosse optado por eles a nova partida, a equipe de Gaspar não seria penalizada nas alíneas “f” e “g”, visto que já teria a despesa do ônibus para ir até Maringa, custo da arbitragem para a partida, além de todas as despesas do evento, mas mesmo assim, publicou nota dizendo que jogaria, com condições diferentes das propostas. Inclusive consultaram nosso departamento jurídico para saber se todas punições eram cabíveis e sim, são cabíveis, mas a aplicação variaria conforme o desfecho final.

Portanto, o Office da LNFA, com todo respeito ao posicionamento do Pyros, que pede mais rigor, não recuará no proposto, e permanece o que foi estabelecido pelo CD, que as punições são cumulativas e cabíveis ao Black Hawks, então caso aconteça o novo jogo, na data e horário proposto serão aplicados os itens elencadas das alínieas “a” à “e” do Ofício 020/2017 publicado em nossa página. Já temos a negativa da equipe paranaense para a realização da partida, mas precisamos que faça isso em público, em até 24h, visto a logistica, equipe de arbitragem necessária e demais necessidades para o caso do jogo acontecer.

Caso Maringá realmente opte em não jogar, a partida será declarada como encerrada com o placar que estava na interrupção do jogo anterior, Black Hawks14 x 03 Maringá Pyros e Black Hawks será penalizado conforme o anteriormente previsto, dás alíneas “d” à “g”.

Att.

Office da Liga Nacional de Futebol Americano

Fonte: Divulgação Liga Nacional